Sábado, 15 de Setembro de 2012
ora o cash

ao ouvir os mais reputados economistas (e financeiros) portugueses, nos últimos tempos, falar sobre a crise que nos assola e as (faltas de) soluções para a mesma, de cavaco silva a miguel beleza, passando pelos gaspares e constâncios, acabei por chegar a uma conclusão: o menos pior de todos é o antónio sala.



publicado por António Boronha às 22:57
link do post | comentar | partilhar

Domingo, 9 de Setembro de 2012
valente pulha, nada polido, este vasco

vasco pulido valente escreve hoje a sua 'opinião', no 'público', sobre a recente polémica que envolve rui ramos.

não vou falar sobre o que vpv traz ao assunto no início ou no meio da defesa que faz de rr, até porque nada de relevante diz.

quedo-me assim pela última frase que cito:
"o 'fascismo' passou por portugal quase sem deixar vestígio."

vpv, portanto, nunca reparou no tarrafal, nos aljubes,

peniches e caxias... 
na pide e nos assassinatos de dias coelho e de humberto delgado, entre tantos outros...
nos milhares de horas de brutalidade: a agressão física à privação do sono passando pela 'estátua'...
dos milhares de presos políticos - separando o marido da mulher, o pai do filho - atirados para as masmorras dispobilizadas por salazar à pide sem culpa formada e julgados por tribunais plenários onde os 'acusados' não dispunham do menor direito à defesa...
da irmandade fascista com franco, reinante durante décadas na península ibérica
a guerra colonial com o seu desfile de jovens portugueses, muitos mortos outros, hoje, estropiados...

enfim, mais um a dizer que o fascismo nunca existiu. 'quase não deixou vestígio'...

valente pulha, nada polido, este vasco.


publicado por António Boronha às 14:33
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011
greve geral

 

“(...) a destruição e o caos que os mercados financeiros mundiais têm produzido nos últimos tempo são inquietantes para a liberdade e para a democracia. O recente recurso a governos tecnocratas na Grécia e na Itália exemplifica os perigos que alguns regimes democráticos podem correr na actual emergência”.

(do manifesto subscrito por mário soares)



publicado por António Boronha às 00:01
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011
onzedoonzedeonze


publicado por António Boronha às 12:18
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011
vox populi

" O antigo ministro socialista Armando Vara começou a ser ouvido esta manhã no tribunal de Aveiro que julga o processo Face Oculta. Disse não ter ideia de ter recebido presentes de Natal de Godinho, embora admita uma prenda composta por robalos e pão-de-ló oferecida pelo empresário."

(no 'público')

 

o povo sempre soube, na sua enorme sabedoria, que é com papas, no caso robalos, e bolos, seja ele um modesto pão-de-ló, que se enganam os tolos... 



publicado por António Boronha às 18:09
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 16 de Agosto de 2011
preposicionando-nos

as notícias sobre a vitória do algarvio ricardo mestre na (semi) volta a portugal em bicicleta têm sido, hoje, naturalmente pródigas.

pena que muitos digam que o jovem corredor nasceu 'em cortelha' e não 'na cortelha' - pequena povoação da serra algarvia onde os poucos habitantes que saberão(?) nadar aprenderam a fazê-lo na praia 'de quarteira' e não 'da quarteira, 'em quarteira'' e não 'na quarteira'.

capite?...



publicado por António Boronha às 16:58
link do post | comentar | ver comentários (33) | partilhar

Segunda-feira, 8 de Agosto de 2011
great fire

londres está a arder.

a convulsão social tomou conta das ruas londrinas - e não só - comandada por jovens desempregados, marginalizados e ostracizados. como em 'frança' há um par de anos e mais recentemente, embora de uma forma mais tímida, em 'espanha'.

a situação na 'europa' é explosiva e os incidentes de agora no 'reino unido' tendem a multiplicar-se e a alastrar a outros países num efeito dominó incontrolável que pisa terreno fértil devido às cada vez maiores dificuldades económicas e sociais que os jovens europeus atravessam.

a minha única dúvida é a de establecer quem são os verdadeiros pirómanos: se uma juventude desenraizada e sem perspectivas,...se os poltiícos europeus que tomaram (mal) conta dos nossos destinos colectivos nas últimas três, quatro, décadas  e a este beco, aparentemente sem saída, nos conduziram...



publicado por António Boronha às 22:09
link do post | comentar | ver comentários (33) | partilhar

Quinta-feira, 16 de Junho de 2011
medíocres, mais

"Indícios de que 137 auditores que estão no Centro de Estudos Judiciários (CEJ) a formarem-se para serem magistrados copiaram num teste levou à anulação do exame. Face à impossibilidade de encontrar uma data para repetir o teste a direcção da instituição decidiu atribuir nota dez a todos os futuros magistrados."

(no 'público')

 

[hoje é um dia particularmente adequado à utilização de uma linguagem submarina]

todos nós conhecemos o enorme descrédito em que está imersa a justiça portuguesa.

não sabíamos era que a mesma acabara de atingir o seu 'rock bottom', ter batido no fundo, com a passagem administrativa com nota dez (em vinte) de 137 futuros juízes e procuradores desta república que é(ra) a nossa.

não sou um saudosista do passado, muito longe disso!, mas atrevia-me a sugerir, para a ocasião, que fossem tornadas públicas as caras e os nomes dos futuros magistrados ostentando todos, obviamente, umas enormes 'orelhas de burro'.

recordo que a nota dez roça a fronteira entre o medíocre mais e o suficiente menos.



publicado por António Boronha às 13:09
link do post | comentar | ver comentários (37) | partilhar

Domingo, 15 de Maio de 2011
mon ami dominique

há cerca de um mês dizia mário soares sobre o presidente do 'fmi': "O presidente do FMI, Dominique Strauss Kahn é um líder socialista, não é um conservador nem é um neoliberal."

a partir das primeiras horas de hoje passámos a saber um pouco mais sobre (também) o que é esta ilustre personagem.

transcreve o 'público' da imprensa norte-americana: "Segundo vários jornais norte-americanos, Strauss-Kahn, de 62 anos, terá surgido da casa de banho sem roupa e agarrado a empregada, lançando-a sobre a cama e forçando-a à prática de sexo oral."

como diria o inefável catroga se não estivesse de férias, 'tudo não passa de uma mera questão de pentelhos'...



publicado por António Boronha às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar

Sexta-feira, 13 de Maio de 2011
papas & papões

"João Paulo II sobreviveu ao atentado de 1981, no Vaticano, para ser 'o instrumento de Deus para derrubar a Cortina de Ferro» e para que «acabasse a opressão política do comunismo no mundo'."

(sean o'malley, arcepisbo de boston, hoje em 'fátima')

 

é sempre eternecedor ouvir alguém condenar aqueles que 'comiam criancinhas ao pequeno-amoço'.

sobretudo vindo de quem, pelas funções que exerce em 'boston' desde 2003, conheceu bem muitos dos seus pares que faziam das criancinhas pelo menos cinco 'refeições': pequeno e grande almoço, lanche, jantar e ceia.

também falou da morte de osama bin laden e da nova cruzada conduzida pelos puros cristãos contra os infames do islão.

ter-lhe-á, talvez, faltado referir as ligações da 'cia' com o 'vaticano' e deste com o 'banco ambrosiano' - e um dos seus outros principais acionistas, o 'sindicato solidariedade' - para que todos ficássemos com um quadro mais completo sobre o verdadeiro papel do papa polaco e  da sua igreja no derrube do 'muro de berlim'.



publicado por António Boronha às 13:59
link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011
vários funerais e um casamento

depois dos divórcios entre:

- josé sócrates e passos coelho;

- jorge jesus e domingos paciência;

- josé mourinho e pep guardiola;

- carlos queiroz e os adeptos lusos;

- o 'sporting' e os títulos;

- pinto da costa e luiz filipe vieira,...e filomena,...e carolina,...e filomena...

- o presidente cavaco silva e o maior partido português;

- os portugueses e o futuro,

 

nada como um casamento real para aconchegar, momentaneamente, a nossa amargurada alma.

fugaz o olhar que todas as 'televisões' nos obrigaram a debruçar sobre o mesmo.

efémero, provavelmente, este enlace, como acontece à larga maioria dos casamentos nos dias que correm.



publicado por António Boronha às 13:17
link do post | comentar | ver comentários (16) | partilhar

Segunda-feira, 11 de Abril de 2011
soutiens para que vos quero

"Soutiens velhos entregues em lojas de roupa interior conferem descontos de 3 a 5 euros na compra de peças novas e são depois reciclados para utilização no fabrico de painéis isoladores e de absorção sonora."

(notícia da 'tvi')

 

 

(lindsey ellingson)

 

'no fabrico de painéis isoladores e de absorção sonora'...

não tenho a menor dúvida da aplicabilidade de tão sedutor - quantas vezes, chato - acessório do império feminino para os nobres fins que a notícia indica.

nada como um 'soutien' para isolar contactos manuais inoportunos ou... esconder palpitações sonoras emanadas por corações, em determinadas alturas demasiado quentes.



publicado por António Boronha às 15:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Quinta-feira, 7 de Abril de 2011
luta de classes

muitos não conhecem um dos postulados básicos da teoria marxista, a luta de classes.

pois bem.

não é exactamente isto mas também é isto:

"Houve um empate. Nove eurodeputados portugueses (socialistas e de esquerda) votaram ontem a favor do fim das viagens aéreas em primeira classe. Outros nove votaram a favor da continuação dessa regalia."

(retirado do 'público')

nota:

confesso que tenho algumas dificuldades em ver a doutora edite estrela - a última vez que me cruzei com ela foi na lisboeta loja da 'hermès', no chiado - 'entalada' entre dois emigrantes munidos de uma sandocha de chouriço mas percebo...o que o 'socialismo' (a 20.000 euros por mês) oblige.



publicado por António Boronha às 20:10
link do post | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Quarta-feira, 6 de Abril de 2011
cavalleria rusticana

"Il Milan può sognare ad occhi aperti. Non solo lo scudetto, che sembra più vicino dopo la vittoria nel derby, ma anche un nuovo grande campione: Cristiano Ronaldo. Parola del presidente Silvio Berlusconi, che alla sua cerchia più ristretta avrebbe confidato: 'Sogno di avere il portoghese in squadra'."

(na 'gazzetta dello sport')

 

'il cavalieri' sílvio berlusconi quer ter cristiano ronaldo mais próximo de si.

desde logo para que este testemunhe em seu abono sobre as 'cavalcate' que terá dado, montado no lombo da magrebina ruby.

quem não parece nada virado para alinhar nesta ou noutras 'cavalarias' italianas é o nosso inefável josé mourinho. 



publicado por António Boronha às 15:02
link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar

incoerência (do) capital

na 'irlanda', a 'república' está na bancarrota por causa dos bancos.

em 'portugal', são os bancos à beira da bancarrota por causa da 'república'.



publicado por António Boronha às 14:13
link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar

Segunda-feira, 4 de Abril de 2011
não há pequenos-almoços, com donnuts, grátis

"'As pessoas têm que ser directas e honestas quando querem um novo seleccionador, mas também quando o querem despedir', defendeu Figo, que salientou no entanto que não esteve de acordo com todas as decisões de Queiroz, embora seja uma pessoa que muito respeita."

(no 'diário digital')

 

uma das maiores referências do futebol português, o internacional luís figo, vem confirmar aquilo que a maioria dos portugueses pensam sobre o despedimento de carlos queiroz: o presidente da 'fpf' serviu-se de subterfúgios menores para iludir a verdadeira questão que deveria ter levado à substituição no cargo de seleccionar nacional, a incompetência, daquele que  - consta - será o novo responsável técnico pela equipa do guia supremo do 'irão', o ayatolah ali khameney.

também teve o cuidado de acrescentar, tal como nós, comuns 'mortais' pensamos, que não esteve de acordo com muitas das decisões por este tomadas.

fica o registo.

pena luís figo não ter comentado sobre as recentes diatribes do seu amigo queiroz - as quais, de todo, não se recomendam serem repetidas sobre as autoridades políticas iranianas - acerca do também seu amigo josé sócrates...

eu sei, todos sabemos, luís figo sabe, que o pequeno almoço do 'taguspark' não incluiu 'donnuts', produto que o ex-seleccionador nacional foi pródigo a 'vender', nos idos de noventa, em prol da campanha de...cavaco silva.



publicado por António Boronha às 17:28
link do post | comentar | ver comentários (21) | partilhar

Sexta-feira, 25 de Março de 2011
incontornável

"nunca mostres o cu a um chinês! qualquer buraco serve para eles abrirem uma loja."

(do anedotário português)

 

só há agora, e depois de bastante questionado sobre o tema - o da conferência de imprensa de paulo futre - tive conhecimento das declarações do 'vice' escolhido por dias ferreira para cuidar do futebol do 'sporting' a propósito das soluções que este antecipa para (re)colocar o 'association' leonino de novo no topo.

no meio da aridez provocada pela crise política que nos domina confesso que acabei por viver um dos momentos mais hilariantes dos últimos dias.

sem mais palavras, por desnecessárias, aqui fica o documento:

 



publicado por António Boronha às 22:46
link do post | comentar | ver comentários (18) | partilhar

Quinta-feira, 24 de Março de 2011
vota tiririca, melhor não fica

inquéritos de rua, hoje abundantemente promovidos pelas principais redes de televisão, revelam que os portugueses, maioritariamente, não acreditam que as eleições que se anunciam para finais de maio, princípio de junho, venham a resolver os problemas do país.

de um modo geral, os analistas, apelidam esta posição de pessimista.

eu chamo-lhe, antes, realista.



publicado por António Boronha às 13:55
link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar

Terça-feira, 15 de Março de 2011
quando uma desgraça lava a outra

registe-se a hipocrisia - e sobretudo a imcompetência - do mundo ocidental diante dos acontecimentos que se continuam a registar na 'líbia'.

de início estavam todos cheios de 'boas' intenções...

ele era a demissão imediata de khadafi, a necessidade de apoiar os refugiados, a criação de um corredor de exclusão aérea...

hoje, enquanto o líder líbio continua a sua ofensiva contra os 'rebeldes, prestes a aniquilá-los, tudo indica em definitivo, a preocupação passou a ser, convenientemente,...o 'japão'.

os políticos no comando salvam as suas sempre imaculadas consciências com o número de vítimas: no extremo oriente, sabem ser mais de dez mil; aqui ao lado, no norte de áfrica, uma mortandade porventura idêntica ou superior mas cuja contabilidade final, convenientemente, alegam desconhecer.

percebo que nestas situações é sempre mais fácil entender as diatribes da mãe natureza do que as maldades dos filhos dos homens.



publicado por António Boronha às 20:27
link do post | comentar | ver comentários (33) | partilhar

a história das botinhas verdes

julgo que é do conhecimento da maioria a famosa 'história dos sapatinhos vermelhos' de hans christian andersen.

o que a maioria desconheceria, com certeza, seria a história das botas verdes da autoria de augusto inácio, putativo 'vice' na lista de bruno carvalho, concorrente à presidência do 'sporting'.

deixo-vos aqui um 'abregé', a propósito, da lavra do segundo, hoje publicada no 'record':

"Comigo no Sporting nenhum jogador usará botas vermelhas e se possível usarão todos botas verdes."

 

para quem desconhecia ser este um dos grandes problemas que atormentam o clube de 'alvalade', assumindo desde já que fazia parte desse grupo, deixo à consideração dos interessados esta relevante questão.



publicado por António Boronha às 16:46
link do post | comentar | ver comentários (18) | partilhar

Domingo, 13 de Março de 2011
o beato e o vilão

o doutor fernando seara disserta hoje, na sua habitual 'opinião' domingueira publicada no jornal 'a bola', sobre diversos factos que marcaram a semana.

desde os funestos acontecimentos no 'japão' devidos aos caprichos da senhora mãe de todos nós, natureza, à problemática das apostas desportivas e dos agentes que no seu seio evoluem, podendo vir a alterar as 'odds' a favor dos seus interesses pessoais, passando pela 'assembleia geral' da 'fpf' do próximo sábado onde é parte interessada enquanto putativo candidato a sentar-se na poltrona de gilberto madail e...

na sova que dois energúmenos encapuçados terão dado ao vice benfiquista rui gomes da silva, na passada sexta-feira, à saída de um restaurante portuense.

vou-me focar neste último ponto - que o reputado fazedor de opinião resolveu 'embrulhar' numas invocatórias históricas assentes na perversidade do(s) regime(s) 'sovietista(s)' ignorando, estranhamente ou talvez não, as muito mais próximas diatribes do regime fascista que, julgo, deverá ter acompanhado a partir da interior cidade de 'viseu' na sua adolescência.

diz fernando seara, naquele registo sonso geralmente apoiado num risinho 'sacanita' que lhe é tão peculiar:

'estou certo, no momento em que escrevo, na tarde deste sábado, que o Futebol Clube do Porto e os seus dirigentes já transmitiram uma mensagem de solidariedade ao dr. Rui Gomes da Silva.'...

ora a resposta chegou mesmo antes de ser conhecida a sua pretensão.

e da boca do mais alto dirigente do clube azul-e-branco:

'podem simular agressões a qualquer palhaço, mas nós vamos continuar o nosso destino. e o nosso destino é vencê-los', respondeu pinto da costa ontem à noite.

 

pois bem!

se desde há muito que deixei de achar piada às palavras de pinto da costa, a quem durante muito tempo reconheci um grande sentido de oportunidade alicerçado num cáustico registo de humor, qualidades que tem vindo sistematicamente a abandonar a favor da tirada arruaceira e fácil, também não é menos verdade que sempre destestei os bons moralistas de ocasião que através do discurso beato procuram sempre sair bem na(s) fotografia(s).

 

 

 



publicado por António Boronha às 16:44
link do post | comentar | ver comentários (66) | partilhar

Sábado, 12 de Março de 2011
classe política à rasca

o ministro santos silva dizia hoje que compreendia muito bem a insatisfação que reinava no seio da juventude ( e não só) mas que repudiava a demagogia  de acções inconsequentes contra os 'partidos' e os 'políticos'.

ora bem, segundo me apercebi, esta mole de gente prenhe de civismo e alegria que inundou esta tarde as baixas de 'lisboa' e do 'porto', fala-se em cerca de 300.000 pessoas, não está contra os 'partidos' muito menos contra os 'políticos'...

é sim manifestamente adversária DESTES partidos que nos têm governado e DESTES políticos que na 'assembleia da república', apoiando o 'governo' ou na 'oposição', continuam a olhar para os seus umbigos enquanto o povo desvanece.

a dimensão das concentrações, a inorganicidade dos 'promotores', a alegria, a militância e o civismo manifestados, levam à conclusão que para ESTA classe política o pior ainda está para vir...

falta que a isso corresponda que o melhor para o país está a chegar.



publicado por António Boronha às 18:55
link do post | comentar | ver comentários (20) | partilhar

Sexta-feira, 11 de Março de 2011
gerações à rasca

"Dizem-nos que a geração que agora tem à volta de 30 anos está à rasca. Porque, por exemplo, há jovens de 30 anos, com licenciaturas e eventualmente mestrados, que não conseguem melhor do que um contrato precário a recibo verde e um salário entre 500 e 1000 euros. Outros não conseguem sequer um primeiro e precário emprego. É uma tragédia? Será.

Mas então que dizer de um menos jovem, de 40, que trabalhe oito horas por dia numa fábrica têxtil qualquer, a troco de 475 euros? Ou um de 45, desempregado, sem direito a subsídio, com dois filhos, que é preciso alimentar, vestir e educar? O que será isto? Quem está mais à rasca, a geração dos que agora têm 30 anos, ou a geração dos que agora têm 40 anos?

E que dizer dos idosos que, aos 70 ou 80 anos, sem retaguarda familiar, sobrevivem em casas velhas e destelhadas com 300 euros de pensão? Estes também estarão à rasca, ou não contam, porque quem conta, agora, são apenas os que têm um curso superior, banda larga em casa e conta no Facebook?

Que me perdoem os que estão verdadeiramente à rasca [muitos deles da geração que ronda agora os 30 anos], mas esta manifestação que se anuncia e sobretudo a discussão que vai gerando, demasiadas vezes se parece com uma birra de quem substituiu o aborrecimento e as dificuldades da vida real pela excitação e rebelião de uma vida virtual.

Escreve-se no manifesto que deu origem a este protesto, e repete-se até à exaustão, que a geração dos 30 anos é, entre todas as gerações, a que tem mais habilitações. Escasso e pobre argumento para um país que há muito anda cheio de doutores e engenheiros, pelos menos nos títulos que mandavam inscrever nos livros de cheques e cartões-de-visita. Habilitações nunca faltaram, o que falta é qualificação e competência. E ao contrário da primeira, a duas últimas não aparecem automaticamente com o canudo de fim de curso.

Aos que apareçam na luta do próximo dia 12, fica um último alerta: não é a geração dos que agora andam na casa dos 30 anos que está à rasca; são as várias gerações de portugueses, todas elas, que estão à rasca. E não há soluções para sair do buraco que contemplem apenas os jovens de 30 anos. Ou se encontra um caminho comum, ou vamos todos juntos para o abismo. Tenham em conta que não é um abismo virtual. É o da pobreza. Onde já mergulharam dois milhões de portugueses. A esmagadora maioria não tem curso superior, muito menos mestrado. E estes, sim, estão verdadeiramente à rasca."

( a circular na 'net')



publicado por António Boronha às 17:07
link do post | comentar | ver comentários (46) | partilhar

Sábado, 5 de Março de 2011
pellegrinimage

no rescaldo da derrota do 'málaga' treinado por manuel pellegrini, em 'madrid, um interessante texto, embora longo e em inglês, publicado no 'guardian'.

como sub-título poderia sugerir: 'o retrato das difíceis relações entre um treinador de futebol de topo e a imprensa desportiva da especialidade'.

 

"Two men can't fight if one does not want to – and the man with the bloodshot eye and the melancholic gaze didn't want to. Instead, there was a quick, silent shake of the hand, a wordless greeting, and the white flag was raised. No resistance, and no mercy. Last night Real Madrid tore Málaga apart, battering them 7-0. But Málaga's manager did not care; or said he did not. Cunning or cowardice, that was the question.

 

This was the encounter everyone had eagerly awaited since November but if it was a fight they were after then they might as well not have bothered. After all, Manuel Pellegrini didn't.

 

Late last night, Pellegrini returned to the Santiago Bernabéu for the first time since leaving Real Madrid in May. These days, he is coach of Málaga and things aren't going well: Málaga are second bottom. It was time for Pellegrini to face his tormentors and they were waiting for him, knives sharpened. But yet again, he shirked the conflict – on and off the pitch.

 

It is a familiar tactic. Perhaps one fine day the editor of Marca came home to find the coach of Real Madrid in bed with his wife. Or maybe Pellegrini had rejected his amorous advances. Nothing else, surely, can explain the viciousness and relentlessness of the campaign launched against him when he was Madrid coach. There could be no other reason for the obsession, the bitterness, the sheer bloody-mindedness, the irrational hate. Or maybe there could: if Pellegrini was concerned at the fact that they attacked him, more telling was the fact that they could.

 

The day Pellegrini arrived at Madrid, the talk was of patience and project. The first call for his head came in October – and they kept on coming. Everything Pellegrini did was wrong; everything he did right was because of someone else. His players saved him from himself; he destroyed them despite themselves. Even when Marca set up Madrid-Villarreal as "Pellegrini on trial" only for his side to win 6-1, they did not relent. Even when he was polite and calm and unmoved, they tried to move him. They wound him up, but he never uncoiled, noting simply: "I should thank the editor of Marca for making me so famous." So they tried some more.

 

When he joined Málaga, Marca declared him the "worst" thing about their game. His crime? To take Málaga to a first home win of the season and take them off the bottom in his first match in charge.

 

Whether Pellegrini was a good coach or not – and few would seriously claim he is better than José Mourinho – the attacks were brutal and senseless. He was hardly provocative; he rarely made excuses, ranted or shifted blame. And he hadn't even been that bad. Madrid had been humiliated in the Copa del Rey and were eliminated from the Champions League. But everyone else had been knocked out at that stage too – for each of the past six years. And in the league, Madrid challenged Barcelona; beaten just 1-0 at the Camp Nou, they had more points at this stage last season than Mourinho's team do now. A late winner against Sevilla meant that at this stage they were top. Now they are seven points behind. They went into the final day with a chance of winning the title. And racked up 96 league points – a club record.

 

But at the end of the season, he was gone. Just as everyone knew he would be. So, with the return nigh and the campaign sparked up once more, Pellegrini pointed that out this week, describing 2009-10 and the "best season in the club's history". Which was a pretty dumb thing to say about a club with nine European Cups and 31 league titles, that could still win something this season with the league title race still alive, a Copa del Rey final to come and an away goal in Lyon in the Champions league. He, after all, had won nothing. And since he has taken over Málaga there's no sign of him winning anything either: Qatari owners and five new signings have done little for them. They have won just once in 12 matches; this morning they sit second bottom – much to his detractors' delight.

 

Meanwhile, Mourinho was being asked if he feared suffering the same fate as Pellegrini if he finishes this season empty-handed. In a fantastically feisty press conference in which said he didn't mind being "everyone's punchbag", he replied bluntly: "No. Because if I get sacked here I won't go to Málaga; I will go to a big club." Let's face it, it was true. But the truth hurts. The president of the Málaga government, Salvador Pendón, hit back. "I always knew that Mourinho was rude and spoilt, now he has confirmed it," he said. "He is a total clown."

 

This time it was personal. Not only had Madrid hammered Pellegrini – but now their manager was hitting out at Málaga. He had questioned their honour, and few things get sensitive soccer souls going like a "lack of respect". The gauntlet was thrown down. You, sir, are a cad. I challenge you to a duel!

 

Yeah, right. Some duel. Them may be fighting words but there was no fighting. Pellegrini was met with timid applause but mostly with indifference; there was no simmering anger or even much sympathy; the greeting with Mourinho was cold but polite, and on a Thursday night at 10pm there was a Thursday night at 10pm attendance. And, anyway, Madrid versus Málaga was always likely to be David versus Goliath.

 

Mourinho's side were irresistible, Benzema getting two and Ronaldo a hat-trick to take him to 27 for the season, level with Messi (or one ahead of him if you believe Marca, who called him "Pichichón" this morning – a big Pichichi). But Málaga's defence, which has conceded 58 goals this season, 14 more than anyone else, a defence that's so bad they signed Martín Demichelis for goodness sake, was so unconvincing even Jeffrey Archer wouldn't use it. An offside trap that trapped no one aided the first; the second came via a Málaga corner, a misplaced header, a defender who missed the ball entirely and a 50-yard stroll through the middle for Angel Di María; and everyone stood and watched, cooing "Oooh, nice pass", as Di María scooped over to Marcelo for the third.

 

Every week, you wonder why Málaga are where they are. Last night, you saw the reason. This wasn't just David against Goliath, it was David against Goliath with David laying down his slingshot and saying: "Actually, I think I'll wait until that little fella turns up and fight him instead, thanks very much." Homer Simpson passing on fatherly advice: can't win, don't try. Having faced Almería on Monday and with Osasuna to come on Sunday, with Júlio Baptista and Sergio Asenjo injured, Pellegrini left Apoño, Rondón, Maresca, and Seba Fernández on the bench. "And," he said, "I would have left out more players too if I could."

 

"We knew we were risking a thrashing," Pellegrini added. "With so many players injured and such a short rest we could not expect a good result against Madrid. I was completely clear that we didn't have a chance. We have to prioritise the game against Osasuna. It would have been irresponsible to give our all here and be tired on Sunday. Osasuna and Almería are our finals, not this." Out in the mixed zone, one player was listening in, anger simmering away, furious with his coach.

 

That might have been an excuse, a little boy's "I didn't want to play this stupid game anyway"; it might have been an attempt to explain away a desperate display; it might even been a subtle dig at Mourinho and at Madrid, an attempt to undermine their victory and unmask them. Above all, though, it was familiar. Pellegrini had done exactly what Manuel Preciado did when Sporting went to Barcelona earlier in the season and played a weakened line-up that provoked a huge confrontation with Mourinho. Only Preciado's side lost by one, not seven. Only this time Mourinho didn't mind one bit.

 

It was supposed to be a war but however much they attacked, Manuel Pellegrini had decided not to wage it. He had taken a decision: he who runs away lives to fight another day. Which is fine if you fight another day and win. But lose on Sunday and it won't just be Marca out to get him. Lose on Sunday and, rather like his team, Manuel Pellegrini will have no defence at all."



publicado por António Boronha às 00:52
link do post | comentar | ver comentários (13) | partilhar

Sábado, 26 de Fevereiro de 2011
e a líbia aqui tão perto

"Uma ambulância do INEM em serviço de urgência a uma idosa com suspeitas de estar a sofrer um enfarte foi obrigada a abandonar a rua onde se encontrava para deixar passar o carro do ministro da Justiça, revelou ontem a TVI. A viatura ia buscar Alberto Martins a casa.

(...)

Já a PSP garantiu que os agentes podem retirar uma ambulância de um local por motivos de força maior."

(no 'público')

 

ai quando o povo resolver sair para a rua farto de tantos dislates?...

aliás, penso, já faltou mais.

 



publicado por António Boronha às 18:18
link do post | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011
psicodrama

o 'sporting' não existe.

perante uma equipa fraquíssima, o 'rangers' de 'glasgow', acaba de conceder um empate (no último minuto) a dois golos que o afastam da 'liga europa'.

há muito para pensar e daí reformular neste clube se quiser voltar, um dia destes, ao seio dos chamados grandes.

infelizmente não sei se o quadro de campanha eleitoral, com toda a demagogia que lhe está normalmente associada, será o tempo ideal para tal reflexão que se exige profunda e consequente.



publicado por António Boronha às 19:53
link do post | comentar | ver comentários (39) | partilhar

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011
mais um salto à vara

armando vara é o político do 'partido socialista' que se tornou cara conhecida de todos os portugueses pelos seus famosos saltos...à vara.

desde logo, o primeiro salto, por cima de uma licenciatura que (ainda) não tinha para obter uma pós-graduação na mesma área;

depois, ao saltar de um anónimo balcão da 'cgd' situado num rés-do-chão de 'vinhais', em trás-os-montes, para o último piso da sede admnistrativa e operacional, em lisboa, onde ocupou o segundo mais alto cargo dessa mesma instituição;

e agora, tecnicamente mais fácil, reconheçamos, saltando por cima de um velhote reformado de 68 anos num centro de saúde lisboeta;

isto para não falar do salto que conseguiu dar de dentro de um processo judicial de contornos mais que duvidosos para a cadeira da presidência de uma cimenteira com vastos interesses em 'angola'.

só confirma a asserção popular: 'quem assim salta não é da malta!'



publicado por António Boronha às 12:59
link do post | comentar | ver comentários (37) | partilhar

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
o momento do dia

 

 

 

 

 

a intervenção do líder líbio, maummar kadhafi, esta tarde, num enquadramento apocalíptico, tornando pública a sua intenção de exterminar completamente, casa a casa, os opositores ao seu regime de mais de 40 anos, teve momentos que nos transportavam para o palco de um teatro onde se representava uma realidade puramente ficcionada.

infelizmente não é assim.

a convulsão social que o país atravessa aliada à intransigência de um líder isolado antecipam uma tragédia iminente.

 



publicado por António Boronha às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (15) | partilhar

Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011
épater les bourgeois

cada vez mais o discurso de hosni mubarak, no 'egipto', me faz lembrar as declarações, últimas, de gilberto madail, na 'alexandre herculano': salvadas as devidas proporções, nenhum dos dois fode nem sai de cima...



publicado por António Boronha às 21:38
link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar

Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011
ministro na comunicação social

sobre josé couceiro:

"Conhecemo-nos há muitos anos. O Couceiro veio resolver aquilo que eu resolvi, ou seja, nada. O Benfica e o FC Porto querem comprar alguém, compram; o Sporting não pode, não tem essa capacidade. Não consegui o Trezeguet por uma verba inferior a 100 mil euros. Não consegui trazê-lo para o Sporting e ele foi... para o Hércules. Havia muitos jogadores interessados, mas o Sporting não tem capacidade"

"Para ser honesto, os meus poderes passaram a ser muito mais reduzidos. Mas não é razão para amuar e deixar de trabalhar. Ele foi contratado pela administração e veio para ajudar."

sobre a administração leonina:

"Os adeptos do Sporting separaram-se da equipa por causa da mentira, porque as coisas são sempre mal explicadas. Ninguém tem coragem nem frontalidade para explicar uma série de situações. E quando isso acontece as pessoas tendem a afastar-se, porque nunca sabem o que é verdade ou mentira"

"Não pode haver um discurso para dentro e outro para fora. Tem de ser uniforme. É importante defender o meu grupo de trabalho e a minha estrutura técnica. Nesta altura, só dois rostos apanham pancada, Costinha e Paulo Sérgio, porque o presidente já saiu. Há uma estrutura inteira que tem de ser responsabilizada por tudo. Assobios e insultos? Dão-me força para continuar. É essa força que passo para a minha estrutura"

"Não é possível fazer com tostões uma equipa de milhões. Isto é complicado e difícil de gerir. Mais vale alguém dizer o que se passa. Este clube já quase teve mais presidentes do que jogadores."

 

entradas e saídas:

"Torsiglieri? Custou metade dos 3,4 milhões de que se fala. É jovem, tem o seu tempo de adaptação, mas tem jogado e contribuído. Mas não se fala de um jogador que chegou ao FC Porto por 4 milhões por 50 por cento do passe [Otamendi]. É fácil bater no Sporting"

"Fico até ao fim, enquanto as pessoas que estiverem à frente do clube entenderem que devo continuar. Não abandono o meu barco e o meu grupo."

"Não percebo porque Liedson saiu. Se estávamos à procura de um ponta-de-lança, deixámos sair um? Desportivamente foi ruinoso e a altura péssima. Quem foi que o deixou sair? Eu não fui de certeza!. Foi uma decisão da administração"

"O Paulo Sérgio soube na mesma altura que eu. Até acho curioso porque quando se soube que ele ia sair tinha de ser por ter um problema comigo"

"Se se aleija mais um ponta-de-lança... Ainda temos a Liga Europa e ainda há muito campeonato."

ele, maniche e izmailov:

"A minha cruz no Sporting vai chamar-se Maniche, porque é meu amigo. Quantos anos tinha o Fernando Gomes quando veio para o Sporting? Importante é que são grandes jogadores. Maniche veio porque tem qualidade, teve o aval do treinador e veio para o Sporting quando tinha propostas mais altas de outros clubes. Mas não me importo de carregar essa cruz, que é a cruz de um campeão"

"Izmailov? Se me sinto responsável? Não sou médico. Fiz o que tinha de fazer. Não tenho nada contra o jogador. Não sei avaliar se o jogador está em condições de jogar ou não. Os jogadores têm de aprender a respeitar o clube. Izmailov foi multado, de acordo com o regulamento. É um excelente jogador, faz falta, mas tem de respeitar o Sporting. Não esclareci nada com ele porque o assunto passou para o departamento jurídico e ele não aparece na Academia."

(retirado de 'o jogo')

 

 



publicado por António Boronha às 09:45
link do post | comentar | ver comentários (24) | partilhar

Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011
dia da partida

hoje, sexta-feira, milhares exigem no 'cairo' a partida de hosni mubarak.

esta sexta-feira à noite, em 'lisboa', milhares deslocar-se-ão a 'alvalade' para saudar liedson na hora da partida.

duas partidas, diferentes saudades.



publicado por António Boronha às 13:43
link do post | comentar | ver comentários (9) | partilhar

Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011
tahrir square

 

 

 

 

tenho estado a assistir, via as imagens em directo transmitidas pela 'cnn', 'sky' e 'al-jazeera', à batalha campal que dura há horas, no centro do 'cairo', entre manifestantes anti e pró mubarak.

incrível!!!...até cargas a cavalo e a camelo, montados por civis, já aconteceram.

isto perante os olhos do mundo e a passividade das autoridades militares egípcias...

uma banho de sangue pré anuncia-se a não ser que uma intreposição determinada das forças armadas do país o evite.

 

[vi e ouvi o ex presidente português jorge sampaio, esta manhã, referir a similitude que as últimas imagens lhe transmitiram entre o que estava acontecendo no 'egipto' e o nosso '25 de abril'...

confesso que partilhei do mesmo sentimento. mas isso foi só até à hora do almoço, hoje.]



publicado por António Boronha às 17:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011
too little, too late

"O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madail, revelou esta terça-feira que está a tentar encontrar um consenso junto dos sócios da federação, de forma a resolver o impasse na aprovação dos novos estatutos, na sequência do chumbo na última Assembleia Geral. O dirigente teme sanções do Governo, UEFA e FIFA"

(retirado e 'a bola')

 

os mais de um milhão de egípcios que neste momento se manifestam nas ruas do país dos faraós, exigindo a renuncia do presidente hosni mubarak, gritam a plenos pulmões, em inglês para que todo o mundo os compreenda: 'too little, too late'!

'muito pouco e demasiado tarde',...toda e qualquer iniciativa vinda, nas últimas horas, de quem deteve o poder os anos suficientes para ter actuado a tempo e horas sobre os constrangimentos que hoje envolvem a sua nação.

 

ao saber das diligências de gilberto madail, sobre o momentoso tema da necessidade de se adequar o organização institucional do futebol português às regras que regem o país, apetece-me repetir a palavra e ordem da indignação do povo egípcio: 'too little, too late'!

para madail como para mubarak, a mesma saída: rua!



publicado por António Boronha às 17:22
link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar

Domingo, 23 de Janeiro de 2011
contenção

o voto é secreto.

por isso, sobre o tema que está hoje em cima da mesa dos portugueses, não vou dar cavaco a ninguém.



publicado por António Boronha às 13:21
link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar

Sábado, 8 de Janeiro de 2011
csi nova iorque

as circunstâncias em que ocorreu o assassinato do cronista social carlos castro, em nova iorque, merecem que as mesmas sejam aproveitadas para enredo de um futuro episódio da reputada série televisiva 'csi nova iorque'.



publicado por António Boronha às 16:34
link do post | comentar | ver comentários (35) | partilhar

Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011
bando português de negócios

atendendo à enorme actualidade do tema 'bpn/sln', nomeadamente no que respeita a eventuais negócios privilegiados entre esta instituição e alguns clientes de reconhecido prestígio público, não resisto a transcrever a minha 'estória da bola trinta e dois' publicada neste blogue em 03 de novembro de 2008:

 

"ao contrário do doutor vítor constâncio, governador do 'banco de portugal', eu, em 2000 um mero dirigente da 'bola', portanto, há mais de oito anos!!!, fui por um amigo alertado para eventuais e danosas habilidades de gestão que estariam a ser praticadas no 'bpn'.
a informação era difusa mas sabendo que decorriam negociações para que o luís figo aparecesse como accionista do referido banco logo que surgiu a oportunidade de o alertar, pelo menos para os rumores, fi-lo.
creio ter sido numa viagem aérea para o porto, de onde partiríamos para o estágio prévio à nossa participação no 'euro 2000', em vila real, que tivémos essa conversa.
não posso jurar mas penso que os valores, na altura, rondariam os 4 milhões de contos, 20 milhões de 'euros' na moeda corrente.
tendo-o posto ao corrente dos 'zunzuns' que corriam acerca do 'banco' em relação ao qual ele parecia disposto a dar a cara e, constava também, uma parte do seu dinheiro, o luís, com aquela tranquilidade que inundava geralmente as suas conversas, retorquiu-me que estava completamente tranquilo em relação ao assunto. seria o 'bpn' a adiantar o dinheiro para a compra das acções garantindo o banco, simultaneamente, a recompra das mesmas, julgo que 5 anos mais tarde, a um valor previamente fixado que nunca poderia ser inferior a um determinado valor que garantisse a respectiva mais-valia, mesmo que a cotação do mercado fosse inferior ao 'target' previamente acordado. acrescentou-me que essa 'diferencial' garantido a seu favor, para além de cobrir os juros do empréstimo, lhe asseguraria ao mesmo tempo um considerável 'bónus extra' que seria suposto pagar-lhe os direitos de 'imagem', que ele disponibilizaria e o 'bpn' utilizaria, durante o mesmo período.
dá para perceber que se tratou de mais um excelente negócio para luís figo, eventualmente alargado, tudo o indica que sim, em datas posteriores rondando a realização do 'euro 2004'.
se o terá sido também para o 'banco'?...
perante a benevolência com que os auditores trataram a gestão do dito, nestes últimos anos, não tenho dúvidas nenhumas que...(os relatórios dirão) sim."



publicado por António Boronha às 17:32
link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar

Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010
tempestade num corpo d'águia

subiu ao primeiro plano da actualidade encarnada a polémica em torno da águia 'vitória' ou melhor, no que respeita  aos comportamentos do seu tratador, o espanhol juan barnabé.

com a vitória, ontem, do 'fc do porto' sobre o 'paços' esbateu-se um pouco a conseguida exibição encarnada frente ao 'rio ave' (no sábado), em virtude de se continuar a manter a diferença pontual de 8 pontos entre os dois principais candidatos ao título de 2010/11, pelo que o tema da 'águia' assumiu uma preponderância quiçá inusitada.

 

 

(imagem a partir de 'a bola')

 

 

comecemos pelo custo anual de uma dupla, estimado em 10.000 euros mensais, que faz o encanto de quem visita o 'estádio da luz', adeptos da casa e dos emblemas visitantes, sobretudo estrangeiros.

não o acho exagerado quando comparado com o de alguns papagaios que defendem nos areópagos televisivos as cores do clube - também eles voam e sobrevoam sobre o que se passa no clube mas, convenhamos, com muito menos graça e virtuosismo, por um preço só ligeiramente inferior.

a águia 'vitória' foi uma excelente ideia que veio transformar os 'espectáculos' na 'luz' ainda mais apelativos para a considerável moldura humana que costuma frequentar aquele estádio.

por isso, o mesmo deveria continuar e, na minha opinião, um acordo assente no bom senso das partes, mediado pelo presidente vieira, torna-se imperativo.

 

este caso ainda veio trazer de novo para a ribalta da opinião pública o tristemente famoso 'túnel da luz'.

um espaço onde parece acontecerem coisas estranhas tendo como personagem comum a todos os incidentes o guarda abel, perdão, o segurança rui pereira, curiosamente o mesmo nome e com responsabilidade pelo mesmo pelouro, salvaguardadas as devidas distâncias, do ilustre associado do clube encarnado, o ministro que tutela a segurança interna.



publicado por António Boronha às 12:17
link do post | comentar | ver comentários (55) | partilhar

Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010
ciberguerra

"Os hackers activistas que estão a defender a WikiLeaks, lançando ataques a vários sites que recusaram lidar com a organização, conseguiram hoje deixar inactivo o site da Visa."

(no 'público')

 

a nova forma de luta está aí, universal, anónima, anárquica, jovem, empenhada, e, no caso, com uma causa sempre apelativa por detrás: combater a censura (e o poder) dos poderosos.

um exército difícil de combater e destruir precisamente pela forma como se encontra '(des)organizado'.

o pior, ou o melhor, segundo a perspectiva que tenhamos sobre a questão, ainda está para vir...



publicado por António Boronha às 14:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010
wikitricks

"O australiano (Julian Assange) é alvo de um mandado de captura internacional emitido pelas autoridades suecas, para que possa ser inquirido por um tribunal de Estocolmo por acusação de crimes sexuais, nomeadamente assédio sexual e violação, alegadamente cometidos em Agosto deste ano."

(no 'público')

 

que o fundador da 'wikileaks' tinha - desde que começou a revelar segredos mais ou menos sensíveis para os 'estados unidos' - a cabeça a prémio, todos o sabíamos.

que a 'cabeça' era, afinal, outra, não!



publicado por António Boronha às 12:23
link do post | comentar | ver comentários (15) | partilhar

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010
o comentário

"Judeus voltam a crucificar Jesus"

(neste blogue)



publicado por António Boronha às 00:12
link do post | comentar | ver comentários (27) | partilhar

Terça-feira, 23 de Novembro de 2010
há quem chame a isto planeamento

as compras de material blindado por parte de um ministro de um governo de um estado que não tem dinheiro para mandar cantar um cego, supostamente para servir as forças de segurança actuando na cimeira da 'nato', material esse que, como se sabe, começou a chegar a conta gotas já depois do referido 'encontro' ter terminado, faz-me lembrar algumas 'aquisições' efectuadas por dirigentes de clubes de futebol que, em janeiro, depois da casa, nuns casos completamente arrombada, noutros roubada, fazem vultuosas 'aquisições' no mercado de inverno para evitarem serem apedrejados pelos seus prosélitos.

nos dois casos, geralmente, servindo...para nada!



publicado por António Boronha às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (9) | partilhar

Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010
saco de gatos

os 'gatos' josé diogo quintela e ricardo araúlo pereira decidiram abandonar a escrita das suas crónicas semanais de fim-de-semana no jornal 'a bola'.

a razão do primeiro prende-se com um 'corte', chama-se censura, por parte da edição do jornal na parte da sua crónica do passado domingo em que este respondia directamente a miguel sousa tavares.

do segundo não conheço as causas para a decisão mas estou convicto de que nada terão tido a ver com a pesada derrota que a sua equipa do coração sofreu no passado domingo. julgo que se prenderão mais com o cansaço provocado pelo longo pingue-pongue escrito que tem mantido nos últimos meses, muitos, demasiados, com o autor do 'equador', sobretudo, e com rui moreira, os dois afectivamente ligados às cores do 'dragão' portista.

para que não restem dúvidas a ninguém, sou um admirador incondicional desde a primeira hora do humor dos 'gato fedorento'.

em particular de ricardo araújo pereira do qual retenho na memória muitas das peças sublimes sobre o nosso quotidiano político que deixou escritas na revista 'visão'.

de mst tenho uma opinião bipolar: gosto muitíssimo de algumas coisas que escreve e diz; destesto muitas outras.

 

quanto à qualidade do humor 'futeboleiro' de jdq e de rap, mais o miguel góis incluído, já não tenho a mesma opinião.

percebo que façam uma escrita deformada pela paixão clubística mas, por isso, por as considerar excessivamente enviesadas, gosto menos. de algumas gostei mesmo muito pouco ou nada.

particularmente, nos tempos mais recentes, cheguei a um ponto de total saturação em relação ao modo como as partes têm dirimido as suas disputas pessoais, até ao impensável limite de trazerem para o domínio público questões do estrito foro particular como os convites feitos a 'a' ou a 'b' e que terão sido por uns de imediato recusados e por outros não.

sobretudo começava a chatear-me ter que pagar para depois ser forçado a ficar ao corrente das tricas entre jdq e rap, de um lado, e mst e rm, do outro, as quais em nada me diziam respeito. nem a mim nem aos demais leitores.

talvez por tudo isto o 'abandono' agora tornado conhecido tenha sido a atitude mais sensata e inteligente tomada pelos dois humoristas que vendem publicamente produtos destinados a um mercado muito mais largo e universal do que o espaço relativamente confinado das fraternidades clubísticas às quais pertencem.



publicado por António Boronha às 13:36
link do post | comentar | ver comentários (59) | partilhar

Quarta-feira, 3 de Novembro de 2010
erratas

 

(imagem da página do jornal 'a bola' com a programação televisiva, hoje)

 

entre o ontem, hoje e amanhã, mas que grande baralhação passou pela cabeça do responsável pelo texto desta página de 'agenda' do desportivo 'a bola'.

eu sei que há que realçar a 'fantástica' programação da 'sport tv' mas não se exige(m) tanto(s) jogo(s) num só dia, o de hoje.

 

*errata;


Etiquetas: , ,

publicado por António Boronha às 13:13
link do post | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Terça-feira, 2 de Novembro de 2010
ases pelos ares

"Ese avión portugués, qué feo es", titula assim o 'mundo deportivo' a notícia sobre a deslocação do todo poderoso 'barcelona' a copenhagen para o seu compromisso europeu de hoje, comitiva ontem encafuada num avião pintado com as insígnias do comparativamente modesto 'sc de braga'.

o facto é insólito sem dúvida, mas não passa disso mesmo.

exagerada a 'incompatibilidad estética y formal' colada pelo jornalista catalão à situação. ainda se tivesse sido a viagem feita num avião pintado com as cores e o nome do 'real madrid'...

curiosa, por esclarecedora, ainda a referência feita ao facto de, tanto quanto eles julgam saber, felizmente luís figo, cristiano ronaldo e josé mourinho não terem sentado o rabo na reduzida 1ª classe do 'airbus' de antónio salvador.



publicado por António Boronha às 12:36
link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar

Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010
consultório sentimental

 

(cartoon de henrique monteiro)

 

 

"O meu namorado diz que sente tesão por mim, que me deseja muito, mas começo a desconfiar... Sempre que temos relações sexuais, ele, de um momento para o outro perde a erecção. Será que ele tem algum problema?

(anónimo)

 

Isto só acontece porque as erecções estão directamente relacionadas com os estados emocionais. Assim, se os rapazes ficarem demasiado ansiosos, se tiverem medo do insucesso ou se temerem desagradar a parceira, o mais provável é que nada aconteça. O melhor é não criar demasiadas expectativas até que ambos consigam falar sobre o que cada um quer... quando não se sentirem constrangidos com a presença do outro, o sexo, por certo, melhorará."

(repescado do consultório sentimental do boquinhas)

 




publicado por António Boronha às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar

Terça-feira, 26 de Outubro de 2010
morreu o polvo, vivem os polvos

morreu paul, o polvo que adivinhava os resultados dos jogos de futebol.

continuam vivos muitos dos 'polvos' que, neste mundo, fabricam resultados de jogos de futebol.


Etiquetas: ,

publicado por António Boronha às 21:10
link do post | comentar | ver comentários (29) | partilhar

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010
tempo de desenterrar todos os vivos

 

 

(foto: 'bbc')

 

nasci a 200 metros do mar.

vivi toda a minha infância e juventude com horizontes onde a água, o céu e as terras circundantes estavam sempre disponíveis para os meus olhos.

sinto-me tão confortável encapsulado num avião como a bordo de um barco, com a vastidão do horizonte à minha volta.

debaixo da terra só no 'metro', de preferência numa viagem curta e rápida.

[ainda recordo a minha inquietação quando pela primeira vez atravessei, na 'suiça', o túnel rodoviário que então tinha acabado de ser aberto por debaixo do 'monte branco'.]

dito isto será mais fácil para todos perceberem a emoção que me inundou quando, esta madrugada, vi o primeiro mineiro chileno ser desenterrado vivo.

alguns, na sua (boa) fé, disseram tratar-se de um milagre de deus.

poderá ter sido, não é essa a minha crença.

os mineiros chilenos estão de momento a caminho de recuperarem as suas vidas  graças em primeiro lugar a eles próprios, que em condições de solidão e desespero impensáveis foram capazes de manter acesa a chama da esperança.

depois, e sobretudo, devido à perserverança dos homens e às suas mais modernas tecnologias de perfuração do subsolo.

ironias do destino humano, aquelas pessoas vão sair do inferno das profundezas da terra para chegarem, cá acima, ao deserto de atacama, um dos sítios mais inóspitos da terra agora, para eles e nós todos, temporariamente transformado em paraíso...

tudo é relativo nas nossas vidas.

esta dramática história verdadeira acontecida nos últimos 69 dias é exemplo disso. mas também e acima de tudo do que vale a solidariedade, a tecnologia, o esforço dos homens, dos governos, das nações, quando postos ao serviço dos seus iguais.

talvez este exemplo agora possa servir para que todas essas capacidades reveladas sejam viradas para 'áfrica sub-saariana'', para o 'afeganistão', para o 'médio oriente', onde muitos mais do que 33 seres humanos, muitas delas crianças inocentes que não pediram para nascer, morrem todos os dias.

não por caprichos da natureza, mas pela fome e pela guerra, fenómenos da única responsabilidade de homens com nome.



publicado por António Boronha às 14:54
link do post | comentar | ver comentários (11) | partilhar

Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010
uma barraca com submarino à porta e frigorífico na varanda

qual medina carreira, qual carapuça!

ainda recupero o fôlego depois de, boquiaberto durante 20 minutos, ter ouvido a entrevista da ana lourenço ao padre manuel ventura, no 'jornal das 9' da 'sic notícias'.

palavras de uma violência extrema, na análise que fez da realidade actual, ditas naquele registo doce que os padres aprendem nos seminários.

deixo-vos a imagem que ele encontrou para retratar o nosso país, hoje: 'uma barraca de lata (com antena parabólica) e um submarino à porta'.

outra: 'um país onde as famílias, quando têm que receber um velho em casa, são obrigadas a meter o frigorífico na varanda'.

brilhante porque verdadeiro!

(actualizado, 5out, 4.50pm)

o vídeo:

 



publicado por António Boronha às 21:31
link do post | comentar | ver comentários (17) | partilhar

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010
o traficante

recordam-se do árbitro equatoriano byron moreno?...

aquele que apitou, nos 'oitavos' do 'mundial de 2002' (e também o nosso, inaugural, com os 'estados unidos'), a partida entre a equipa da casa, 'coreia do sul', e a 'selecção italiana', jogo que ditou o afastamento da prova desta última após ter saído derrotada por 2-1 no final do prolongamento?...

o árbitro da 'fifa' que inventou expulsões e anulou golos aos italianos ao mesmo tempo que via 'penalties' a favor dos coreanos?...

 

pois esse mesmo senhor que no verão de 2002 se dedicava a traficar influências, actuando temporariamente no continente asiático, foi esta semana apanhado com 5 kilos de heroína nos estados unidos, mais concretamente no aeroporto 'kennedy' em nova iorque.

uma vez traficante, traficante toda a vida.



publicado por António Boronha às 12:11
link do post | comentar | ver comentários (11) | partilhar

Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010
aristóteles e a lógica da batata
"O Silogismo
A realização mais famosa de Aristóteles como lógico é sua teoria da inferência, tradicionalmente chamada de silogismo. Esta teoria é de fato a teoria das inferências de um tipo muito específico: inferência com duas premissas, sendo cada uma delas uma sentença categórica, tendo exatcamente um termo em comum, e tendo como conclusão sentença categórica, dos quais os termos são aqueles dois termos não compartilhados pelas premissas. Aristóteles chama de termo compartilhado pelas premissas o termo médio (meson) e cada uma dos outros termos das premissas de extremos (akron). O termo médio precisa ser ou sujeito ou predicado de cada premissa, isso pode ocorrer de três formas: o termo médio pode ser sujeito de uma premissa e predicado de outra, o predicado das duas premissas ou o sujeito das duas premissas. Aristotéles refere-se a esse arranjo de termos como figuras (schêmata).
Aritóteles chama o termo que é predicado da conclusão de termo maior e o termo que é objeto da conclusão de termo menor. A premissa que contém o termo maior é chamada de premissa maior e a premissa que contém o termo menor é chamada de premissa menor."
(na 'wikipedia')

a propósito da diatribe completamente inusitada, ontem na entrevista à 'sic', do presidente do 'benfica' visando um membro do governo deste país - saído de uma eleição democrática onde todos, e não só alguns!, os cidadãos maiores de 18 anos que quiseram, votaram - ocorreu-me (para além de me ter perguntado, sem encontrar qualquer resposta, qual o interesse da 'instituição' 'sl e benfica' se ver envolvida por idiotice do seu presidente, numa guerra desnecessária contra o governo da nação!?) suscitar esta contradição, protagonizada por dois proeminentes cidadãos deste pobre país que é o nosso, à linear lógica do filósofo grego aristóteles.

passo a explicar(me):
- se jorge nuno pinto da costa tem dito, repetidamente nos últimos anos, que luís filipe vieira é um cidadão menor, um dirigente irresponsável, um fomentador de caceteiros dentro das quatro linhas, um mentiroso, em suma,...;
- se luís filipe vieira tem dito, repetidamente nos últimos anos, que jorge nuno pinto da costa é um cidadão menor, um dirigente irresponsável, um fomentador de caceteiros dentro dos túneis, um mentiroso, em suma,...;
- qual dos dois mentiu no depoimento que prestou a favor do carácter  -  não poderiam fazê-lo, no caso concreto,  acerca de mais nada - de carlos queiroz?

qual dos dois, afinal, pensa que o outro mentiu quando afirmou, sob juramento, que carlos queiroz é uma excelência como cidadão, uma sumidade como treinador, o único indicado para continuar a comandar os destinos da selecção nacional?...

continuamos a viver neste país, no futebol como noutras áreas mais sensíveis, sob a denominada lógica...da batata.
eu sei, tu sabes, ele sabe, nós sabemos, vós sabeis, eles sabem...


publicado por António Boronha às 16:32
link do post | comentar | ver comentários (16) | partilhar


mais sobre mim
let's twit again
    E-mail
    aboronha@gmail.com

    connosco


    Visitantes
    arquivos
    Etiquetas

    ab(803)

    actualidade(693)

    algarve(291)

    apito dourado(101)

    arbitragem(363)

    assembleia da república(59)

    autarcas(83)

    barcelona(86)

    blatter(74)

    blogues(458)

    brasil(83)

    c f belenenses(78)

    carlos queiroz(371)

    cartoons(108)

    casa branca(65)

    cavaco silva(67)

    chelsea(164)

    cinema(120)

    clubes(207)

    comentários(81)

    crime(110)

    cristiano ronaldo(228)

    cultura(77)

    desporto(73)

    dirigentes(199)

    economia(277)

    efeméride(179)

    endividamento dos clubes(140)

    espanha(194)

    estados unidos(148)

    euro 2008(154)

    euro 2012(62)

    f c porto(685)

    fifa(223)

    filipe soares franco(64)

    formação(64)

    fotografia(695)

    fpf(804)

    futebol(4789)

    gilberto madail(443)

    governo(253)

    hermínio loureiro(82)

    humor(76)

    igreja católica(62)

    imagem(1034)

    inglaterra(260)

    inter(77)

    itália(101)

    jesualdo ferreira(102)

    jogadores(833)

    jogos olímpicos pequim(70)

    jorge jesus(82)

    josé mourinho(205)

    josé sócrates(135)

    justiça(272)

    justiça desportiva(282)

    liga dos campeões(290)

    livros(88)

    lpfp(853)

    luís f scolari(246)

    luís figo(62)

    luís filipe vieira(226)

    manchester united(138)

    media(649)

    memória(309)

    mundial 2002(66)

    mundial 2006(116)

    mundial 2010(327)

    música(67)

    negócios(201)

    olhanense(74)

    opinião(1096)

    paulo bento(177)

    personalidades(1781)

    pinto da costa(156)

    política internacional(203)

    política nacional(412)

    portugal(252)

    presidente da república(64)

    ps(97)

    psd(121)

    real madrid(161)

    regulamentação(97)

    ricardo quaresma(59)

    rtp(78)

    rui costa(83)

    rui santos(79)

    s c farense(163)

    s l benfica(1167)

    saúde(120)

    sc braga(160)

    selecções(1049)

    sic(91)

    sociedade(526)

    sporting c p(969)

    taça de portugal(84)

    transferências(268)

    treinadores(349)

    uefa(312)

    vitória de guimarães(86)

    todas as tags

    links
    subscrever feeds